PRAIAS
HORÁRIO DOS ONIBUS DO LITORAL DO PARANÁ HORÁRIO DOS TAXIS DE PARANAGUÁ FACEBOOK TWITTER G+

FELIZ DIA NOVO!      
    Maria Luiza (Malu)

   
KUMON PARANAGUA - SEU FILHO APRENDENDO ESTUDAR









                     

MENU DE PÁGINAS          
        

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS
 NUTRICORPUS SUPLEMENTOS J CABRAL IMÓVEIS
 LOJA TEMPORÃO

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        










EDITORIAL

SINAL DOS TEMPOS

          O triste espetáculo protagonizado na Arena Corinthians, na abertura da Copa, quando centenas dos mais de 60 mil torcedores vaiaram, insultaram e xingaram a presidente, confirma a sensação, cada vez mais crescente, de que o Brasil está perdendo seus valores.  Uma grande Nação se constrói alicerçada no respeito, na educação, na honestidade, na integridade, na decência, na justiça e na solidariedade. Não é de hoje que esses valores, fundamentais à condição humana, estão sendo deixados de lado por boa parte dos brasileiros. Convidamos o leitor a uma reflexão: o que está acontecendo com o nosso país? É este o exemplo que queremos oferecer aos nossos filhos e netos?  A Presidente Dilma foi eleita pelo voto direto e não imposta pela força. Se está no poder é porque esta foi a vontade da maioria entre nós, e esta maioria também precisa ser respeitada.  A insatisfação com os gastos bilionários com a Copa, a corrupção crescente, a carestia e a ausência de serviços públicos eficientes, e a carga tributária mais elevada do planeta, não podem ser motivo para jogarmos no lixo a compostura e a decência.   Como disse Winston Churchill, “a democracia não é um sistema perfeito, mas por enquanto ninguém inventou nada melhor”. Insultos não apenas ofendem o princípio de autoridade, a instituição presidencial, e o povo que foi às urnas, mas demonstram a falta de civilidade de pessoas que não conseguem tolerar o que a elas é antagônico. Equivocadamente, consideram-se civilizados, mas viver em sociedade, significa conviver com opiniões diferentes. Aqui não está uma defesa da Dilma, mas uma defesa dos princípios de civilidade. A Folha de S. Paulo, e o G1, da Globo, publicaram que os xingamentos partiram de setores ocupados pelos privilegiados da área VIP do Itaquerão, frequentada por artistas globais e de outras emissoras, executivos e seus familiares e gente das altas rodas, que ou pagaram novecentos e noventa reais cada para estar lá, ou receberam cortesias para ver o jogo de graça. Gente que, como disse Davis Sena Filho no seu blog, se considera cosmopolita porque compra bugingangas nos shoppings de Miami e vai a Orlando ver o Mickey e se fantasiar de pateta. Os insatisfeitos com o atual governo, que são milhões em todo o país segundo as pesquisas, terão este ano a grande oportunidade de protestar nas urnas.  O voto é sem dúvida a grande arma do cidadão e deve ser utilizado com sabedoria. Insultos e xingamentos, além de revelar falta de educação, apequenam seus autores, são um péssimo exemplo e um desserviço à vida democratica.

LIVROS


DIÁRIO DE UM BANANA
Jeff Kinnei

Na tarde de1964 Greg Hefley está chateado. Seu companheiro de todas as horas, Rowley, o abandonou, e encontrar novos amigos na escola acabou se revelando uma tarefa muito difícil. Para mudar de estratégia, Greg decide arriscar e tomar decisões de acordo com sua sorte. Será que um lance de dados pode mudar as coisas, ou a vida de Greg está destinada a ser uma maré de azar? O livro, que vende milhões principalmente nos Estados Unidos, é basicamente um livro de memórias (e não um diário) sobre a vida de um rapaz chamado Greg e conta-nos o que ele passa ao longo da sua vida, saindo de uma complicação para entrar noutra mais complicada ainda. A história lembra um pouco a série da TV americana “Everybody Hates Chris” (Todo mundo odeia o Cris), porque em ambas, o protagonista sempre acaba se ferrando no final. O livro está organizado por dias da semana e com cartoons que por vezes substituem o texto. Basicamente pode ser considerado um livro de comédia, pois é isso que pretende o autor.
       

JORNAL DOMINGO A DOMINGO


PIZZA EM PARANAGUÁ SORVETES EM PARANAGUÁ
RESTAURANTE e CHURRASCARIA SEREIA PARANAGUÁ RESTAURANTE e CHOPERIA LAGUNA PARANAGUÁ AÇAÍ EM PARANAGUÁ
RESTAURANTE SABOR MINEIRO  PARANAGUÁ
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

BOLO & PUDIM


Bolo de São João

INGREDIENTES
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo -1/2 xícara de chocolate em pó - 150gr manteiga - 1 xícara de açúcar -2 ovos3/4 de xícara de leite - 1 colher (sopa) de fermento em pó

PUDIM
1 lata de leite condensado - 1 e 1/2 xícara de leite
4 ovos - 2 colheres (sopa) de maisena

CARAMELO
1 e 1/2 xícara de açúcar

COMO FAZER
Caramelo Coloque o açúcar em uma fôrma de buraco no meio de 25 cm de diâmetro e leve ao fogo baixo, até derreter e formar um caramelo. Com uma colher, espalhe o caramelo por toda a forma e deixe esfriar.

Bolo
Bata o açúcar e a manteiga, acrescente o resto dos ingredientes do bolo menos o fermento e volte a bater até formar um creme homogêneo. Adicione o fermento e misture de baixo para cima com uma colher. Coloque a massa na forma caramelada e reserve.

Pudim
No liquidificador, bata todos os ingredientes do pudim por 2 minutos. Despeje com cuidado sobre o bolo e leve ao forno em 180º preaquecido, em banho-maria, por 1 hora . Retire do forno, deixe esfriar um pouco, desenforme e leve à geladeira por no mínimo 3 horas.

ARROZ DE FORNO

o arroz de forno alem de ser fácil de fazer, é uma receita que tem a cara do almoço de domingo. Você pode usar carne, frango, linguiça ou apenas legumes no preparo.

RESTAURANTE DANUBIO AZUL PARANAGUÁ

INGREDIENTES
Quatro xícaras (chá) de arroz cozido - 100 g de mussarela ralada - 100 g de presunto cortado em cubos pequenos  - 1 cenoura ralada  - 2 colheres (sopa) de salsa picada  - 2 ovos  - 1 xícara (chá) de leite  - ½ pote de requeijão  - 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado  - Sal e pimenta a gosto COMO FAZER
Em uma tigela, misture o arroz, a mussarela, o presunto, a cenoura e a salsa. Coloque em um refratário untado com margarina. No liquidificador, bata os ovos, o leite, o requeijão, o queijo ralado, o sal e a pimenta. Despeje sobre o arroz e asse no forno preaquecido a 200 °C durante 30 minutos ou até dourar.Se quiser, realce ainda mais seu arroz de forno acrescentando linguiça portuguesa defumada em cubinhos ou cortada em rodelas finas. 

GELEIA DE BANANA

INGREDIENTES:
1 Kg de bananas descascadas - 250 g de açúcar - 3 colheres (sopa) de suco de laranja
Preparo:
Descascar as bananas e colocar numa panela, juntamente com o açúcar e o suco de laranja. Cozinhar em fogo baixo, mexendo de vez em quando, até que a banana comece a desmanchar e obtenha uma cor de mel.Depois de pronto, reserve até esfriar. Esterilize um pote de vidro com água fervente e coloque nele a geleia já fria. Manter refrigerada. A geleia pode ser armazenada por até 3 meses. Além de saborosa, temos todos os benefícios da fruta de forma bem prática.

PASTEL DE FEIRA

RESTAURANTE DANUBIO AZUL PARANAGUÁ

INGREDIENTES:
Ingredientes • 1 kg de farinha de trigo • 1/2 xícara de chá de óleo • 1 colher de sopa sal • 1 ovo • 1/2 dose de pinga • 1 colher de chá vinagre • 250 ml de água

Modo de preparo • Misture os ingredientes em uma tigela e amasse com as mãos • Sove bem a massa sobre uma superfície lisa enfarinhada • Utilize um rolo para esticar a massa e deixá-la na espessura desejada • Corte a massa no tamanho que quiser fazer os pastéis • Recheie e frite em óleo bem quente

Obs: Pode ser recheada com salgado ou doce

RESTAURANTE ESPETO'S MANIA PARANAGUÁ  RESTAURANTE SR MITAS RESTAURANTE ORIENTAL TEPANHAKY
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

ANIMAIS À VENDA, EMPREGOS E MUITO MAIS


DOMINGO NEGÓCIOS - CLASSIFICADOS

DOMINGO NEGÓCIOS - NAS BANCAS POR APENAS R$ 1,20




PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

CONJUNTIVITE ALÉRGICA
E a Síndrome do Olho Seco

CONJUNTIVITE

Engana-se quem pensa que o inverno só pode trazer doenças respiratórias como resfriados, sinusite, asma e rinite. As baixas temperaturas podem trazer também vermelhidão, incômodo e olhos lacrimejantes, transtornos oculares típicos da conjuntivite alérgica.
        Basta o frio chegar para aumentar os casos de conjuntivite alérgica nos consultórios e hospitais. No inverno, que teve início no sábado (21), o crescimento chega a 70%. Isso acontece porque no frio, passamos por situações que interferem na lubrificação dos olhos, como tempo seco e vento, deixando-os mais expostos a agentes externos. Usamos muita roupa pesada, que hospeda ácaros e fungos e outros agentes que provocam alergia e permanecemos mais tempo em ambientes fechados que são os mais propícios à rinite alérgica. A conjuntivite alérgica ocorre quando a camada transparente do tecido que reveste as pálpebras e a que cobre a parte branca do olho (conjuntiva) ficam inchadas ou inflamadas devido a uma reação ao pólen, caspa, mofo ou outras substâncias causadoras de alergia. A consequência é a inflamação da conjuntiva . Quando seus olhos são expostos a qualquer coisa da qual você é alérgico, a histamina é liberada e os vasos sanguíneos na conjuntiva ficam inchados. O avermelhamento dos

conjuntiva ficam inchados. O avermelhamento dos olhos se desenvolve rapidamente, juntamente com coceira e lacrimejamento.
        Uma medida simples e eficaz contra a conjuntivite alérgica, é tirar do armário os casacos e roupas de frio e colocar no sol para eliminar os ácaros, que provocam a reação alérgica. É importante também manter os ambientes ventilados.
        Comum nas estações mais frias do ano, a síndrome do olho seco é outro fator que pode trazer complicações para saúde ocular chegando até mesmo a comprometer a visão. O clima seco e o aumento da poluição nas frias estações são as causas mais comuns do aparecimento da Síndrome do Olho Seco, caracterizada pela diminuição da produção da lágrima ou deficiência em alguns de seus componentes, ou seja, pouca quantidade e/ou má qualidade da lágrima. Estima-se que a doença atinge aproximadamente 10% da população geral. Os principais sintomas do olho seco são ardor, coceira, olhos vermelhos, irritação, visão borrada, lacrimejamento excessivo, desconforto após ver televisão, ler ou trabalhar em frente ao computador e dificuldade para ficar em lugares com ar condicionado. O uso de lágrimas artificiais, cuidados redobrados com as medidas de higiene e evitar o mau hábito de “passar as mãos nos olhos” podem diminuir muito as chances de irritação. O colírio de lágrima artificial, explica a oftalmologista do HOB Maria Lúcia Rios, contém uma série de substâncias que auxiliam na hidratação do olho e no tratamento das alterações causadas pela Síndrome do Olho Seco na superfície ocular.

.
 As lágrimas artificiais ajudam a aumentar o conforto do paciente durante as aplicações. O uso de lágrima artificial evita inflamações na córnea (ceratite) e na conjuntiva (conjuntivite) ocasionadas pelo excesso de evaporação da lágrima em tempos mais secos.
        Como existe mais de um tipo de conjuntivite, como as causadas por bactérias ou vírus, a recomendação é procurar um médico, assim que surgirem os sintomas: coceira, olhos vermelhos, sensibilidade à luz, sensação de areia nos olhos,CONJUNTIVITE 2        - Não encoste o frasco das pomadas e colírios nos olhos e lave as mãos antes a após aplicá-los. Evite a exposição a agentes irritantes (fumaça) e alérgenos (como os ácaros e o pólen das flores) que podem causar conjuntivite.
        - Não use lentes contato enquanto estiver com os sintomas. Faça limpeza com panos úmidos para remoção de poeira e mofo, principalmente no quarto de dormir, evite contato com pelo de animal, se for sensível, remova.

PAPELARIA E MATERIAIS DE ESCRITÓRIO EM PARANAGUÁ RENOVA INSTRUMENTOS MUSICAIS pevecerca
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        



Um anúncio como este você pode anunciar de graça pelo telefone 3424-6382.

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

          MAIS DE 500 OFERTAS DE BONS NEGÓCIOS PARA VOCÊ!
Nas bancas por apenas R$ 1,20

       


ACUPUNTURA E CLÍNICA MÉDICA anderson imóveis CASA DAS FLORES
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

COISAS DA COPA

COPA DE 2014

De todas as copas realizadas desde o torneio de 1958 nenhuma copa teve jogos tão empolgantes e tantos gols como essa de 2014, apesar dos eventos ocorridos fora dos estádios, como manifestações de rua, xingamentos, violência, corrupção e obras inacabadas. 
        Média de 2,5 gols por partida é uma maravilha. Um recorde. E olha que esta é apenas a quinta edição com formato de oito grupos e 32 equipes. A Copa mostra até agora perfil ofensivo e partidas eletrizantes, com as equipes sul americanas se impondo com autoridade. 
        Os piores jogos foram os do Brasil, contra Croácia e México, e o confronto entre Irã x Nigéria. Contra Camarões o Brasil conseguiu melhorar seu futebol e fazer crescer a confiança do torcedor brasileiro. O Brasil sente falta de um meia de criação. E se Neymar não rende o suficiente toda a seleção definha.  Gênero musical mais popular do Brasil, o samba será um dos destaques do encerramento da Copa do Mundo. A final do mundial de futebol, marcado para 13 de julho, contará com a participação da escola de samba Grande Rio, que fará um show no Maracanã, palco da última e mais importante partida da disputa.
        Além da Grande Rio, Shakira também deve entrar em campo para cantar no show e Gisele Bündchen aparece no palco para entregar a mala com a taça à Presidente Dilma Rousseff, quem passa o troféu ao capitão da seleção campeã.
        O estádio do Castelão, em Fortaleza, receberá partidas de Brasil, Alemanha e Uruguai. Somados, esses times concentram dez títulos mundiais em campo No recente Rock in Rio, em Lisboa, Mick Jagger apostou suas fichas em Cristiano Ronaldo e numa grande estreia de Portugal na Copa contra a Holanda. Mick também desejou pelo twitter “boa sorte” à Inglaterra na véspera da derrota para a Itália. Pelé por enquanto está ganhando do roqueiro no quesito previsões. O Rei disse que o Chile é um dos favoritos ao título.
        A sorte do goleiro russo Eshchenko depois daquele frango contra a Coréia é que Stalin morreu faz tempo e a União Soviética já se desintegrou. Se não, coitado do coitado.
        Mudança no trono, com o rei abdicando em favor do filho, movimento separatista na Catalunha e eliminação precoce na Copa. Os espanhóis não precisam de mais nada. 

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

SAIDINHA DE BANCO

ida à agência, e não fique andando pela cidade realizando outras atarefas com o dinheiro no bolso. Vá direto para casa ou para o local de destino do dinheiro. Os bandidos que se dedicam à “saidinha de banco”, geralmente não atuam armados. Esperam um descuido da vítima para agir no momento oportuno.SAIIDINHA DE BANCO - Desconfie de pessoas que fiquem por longo período dentro das agências sem realizar qualquer operação; Ao efetuar depósitos no caixa eletrônico, tome cuidado para que não haja troca de envelopes. Não peça, nem aceite ajuda de estranhos. Procure, sempre, a ajuda de um funcionário identificado do banco; Se desconfiar de que está sendo observado por suspeitos dentro de uma agência, procure um funcionário identificado ou um segurança mas não descarte a possibilidade dele estar conivente, pois já deveria ter percebido a coisa. Caso sinta que está sendo observado ou seguido, entre num local movimentado, acione a Polícia Militar (tel. 190) e informe as características do observador; Se tiver que se locomover de carro com o dinheiro, fique atento à proximidade de moto, principalmente se estiver com carona. Certifique-se de que está sendo seguido e chame a polícia. Ao contrario do bandido que age a pé, o que persegue com moto geralmente está armado.

SAIIDINHA DE BANCO.

Saiba como evitar ser vítima do golpe da “saidinha” de banco: - O que é “saidinha” de banco? A chamada ‘saidinha’ é um dos golpes mais comuns contra clientes de bancos. Consiste na abordagem e roubo, fora do ambiente das agências, de clientes que tenham sacado dinheiro - geralmente grandes ou medios valores - nas agências ou nos caixas eletrônicos. Também pode ocorrer o roubo de clientes que estejam indo ao banco para realizar depósito em espécie. - Como funciona? Os chamados olheiros ficam rondando os estabelecimentos para identificar potenciais vítimas, normalmente clientes rotineiros, que estão indo constantemente à agência. Eles registram seus trajetos e hábitos e repassam os dados a comparsas, que seguem as vítimas. Por isso, a maioria das pessoas é atacada longe das agências, muitas vezes em área próxima

a seus locais de trabalho, negócios ou mesmo residências. Enquanto você estiver com o dinheiro sacado, não se descuide nem por um minuto. Alguém pode estar recebendo um telefonema com a informação. Outra coisa que precisa ser dita: Fique sempre muito atento, ainda que só quem saiba do valor que você está de posse, seja um funcionário graduado do banco ou o gerente. ELE PODE SER O OLHEIRO. O ladrão mais eficiente é aquele de quem ninguém jamais suspeitará. - Como evitar? Evite sacar valores altos em espécie. Prefira sempre as transações eletrônicas, que oferecem mais segurança, comodidade e eficiência. Exemplos: DOC, TED, transferência via telefone e Internet. Sempre prefira pagar suas compras no comércio com cartão. Circulando pelas ruas não leve dinheiro ou leve o estritamente necessário. Se tiver de realizar saques de valores altos: - Nunca conte dinheiro em público. Se houver necessidade disso, faça em local reservado da agência. Algumas instituições possuem locais reservados para essa finalidade. - Não comente com estranhos sobre a operação que realizou ou realizará; - Procure ir ao banco sempre acompanhado; - Seja discreto e rápido ao conferir o seu dinheiro e sair do banco. Procure mudar seus trajetos e horários de

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        




JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

          MAIS DE 500 OFERTAS DE BONS NEGÓCIOS PARA VOCÊ!
Nas bancas por apenas R$ 1,20

Na página 10 imóveis para aluguel.



DIGITAL SAT ANTENAS PARABÓLICAS  INSTRUMENTOS MUSICAIS EM PARANAGUÁ TINTAS E MATERIAIS PARA PINTURA
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

TRABALHO E EMPREGO

MAGAZINE LUIZA PARANAGUÁ

ou imaginam que não vão conseguir.
        As duas outras razões negativas vêm das políticas do governo, e aqui não se pretende criticar política de governo e sim comentar seus desdobramentos. A primeira é o Bolsa Família que, se por um lado tem o mérito de gerar condições de sobrevivência para milhões de brasileiros, por outro lado tira de outros milhões a necessidade de procurar trabalho. Ou seja, algumas políticas assistenciais do governo, principalmente por falhas na sua implantação, estão levando uma parcela significativa de pessoas a optarem por viver sem trabalhar.
        A segunda foi a expansão do seguro-desemprego. A mais elementar das matemáticas informa que quando o desemprego cai, os gastos com o seguro desemprego também caem porque uma coisa é consequência da outra. Mas nos últimos 10 anos, enquanto o desemprego caiu de 12,9% para 4,9%, os gastos com abono e seguro desemprego subiram de R$13 bilhões para mais de R$45 bilhões, porque cresceu no desemprego gerado, ou seja, o número de indivíduos que “cavam” o desemprego porque tem condições legais de optar por ele.
        O fato é que, nos últimos anos, a estatística está na direção oposta à realidade do emprego no país. O grande desafio hoje não é apenas gerar mais empregos. O desafio maior é estimular as pessoas a se qualificarem para o mercado de trabalho e buscarem emprego.

Com base na entrevista de Ricardo Amorim sobre emprego e empregabilidade.

O número de empregos formais gerados em maio foi de 58.836 vagas, conforme o CAGED, Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, divulgado na terça-feira, 24 de junho. É o pior resultado para um mês de maio desde 1992. A geração de empregos em maio, caiu em 2011, 2012, 2013 e tornou a cair em 2014.
        A lógica seria o desemprego aumentar, mas isso não está acontecendo. Por quê?


Maria Luiza Trajano.
O índice de desemprego representa o percentual de pessoas que não tem emprego entre aquelas que querem trabalhar, ou seja, o percentual de pessoas que estão tentando encontrar um emprego e não conseguiram ainda. Este índice é muitas vezes confundido com a taxa de inatividade, que é a percentagem dos que trabalham em relação aos que poderiam trabalhar e não trabalham. Estes dois números mostram realidades opostas no Brasil. Enquanto a taxa de desemprego é muito baixa (4,9%) e tem caído desde 2004, e o governo divulga isso como se os problemas do Brasil neste quesito tivessem acabado, o total dos que não trabalham em relação aos que poderiam trabalhar é enorme (47%) e tem crescido nos últimos 3 anos.

E este é o número que verdadeiramente interessa. A situação no Brasil hoje é pior do que na maioria dos países europeus, que ainda vivem a pior crise econômica em 80 anos. Mas, por que o desemprego tem caído, se hoje temos centenas de milhares de pessoas a menos trabalhando? É que o número de empregos gerados caiu, mas caiu muito mais o número de pessoas procurando emprego. O que importa para uma economia não é a taxa de desemprego, que o governo tanto alardeia que caiu.
        O que importa na época de hoje, para a economia do país, do estado, do município, e até da sua casa, da sua família, é o número de pessoas que estão trabalhando. É este número que determina o total do dinheiro que entra. Da riqueza que é gerada (ou da pobreza). Milhões de pessoas deixaram de procurar empregos nos últimos 12 anos e portanto deixaram de figurar como desempregados, fazendo cair a taxa de desemprego. Existem uma razão positiva e três negativas para que isto esteja acontecendo. A positiva é que hoje há três milhões de estudantes universitários a mais do que há 10 anos e uma parte deste contingente busca emprego ou gera seu próprio emprego enquanto estuda, e por isso, não chegam a aparecer nos índices de desemprego. A primeira razão negativa é a falta de qualificação profissional em alguns setores, principalmente nos de tecnologia e transformação. É cada vez maior o número de pessoas que não procuram emprego, simplesmente porque não sabem fazer nada, ou seja, não procuram emprego porque não se prepararam para enfrentar um processo de seleção e sabem

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

          MAIS DE 500 OFERTAS DE BONS NEGÓCIOS PARA VOCÊ!
Nas bancas por apenas R$ 1,20

Na página 10 imóveis para aluguel.


PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

O ENTENDIDO DE FUTEBOL

            Da crônica de Nelson Rodrigues “O Entendido”

FUTEBOL

Por que o Brasil não gosta do Brasil e por que nos falta um mínimo de autoestima? É a pergunta que me faço, sem achar a resposta. Dirão vocês que exagero e que não é tanto assim, que diabo. Responderei que é tanto assim ou pior. Vocês se lembram da famosíssima Passeata dos Cem Mil de 68? Quem quiser entender as nossas elites e o seu fracasso encontrará nos Cem Mil um dado essencial. Não havia, ali, um único e escasso preto. E nem operário, nem favelado, e nem torcedor do Flamengo, e nem barnabé, e nem pé-rapado, nem cabeça de bagre. Eram os filhos da grande burguesia, os pais da grande burguesia, as mães da grande burguesia, as elites. E sabem por que e para que se reunia tanta gente? Para não falar no Brasil, em hipótese nenhuma. O Brasil foi o nome e foi o assunto riscado. Falou-se em China, falou-se em Rússia, em Cuba, no Vietnã. Mas não houve uma palavra, nem por acaso, nem por distração, sobre o Brasil. Picharam o nosso Municipal com um nome único: — Cuba. Do Brasil, nada? Nada. Simplesmente, o Brasil não existe para as nossas elites. Estou apresentando um exemplo e poderia citar muitos outros. Vamos ficar por aqui. Há um momento, todavia, em que todos se lembram do Brasil, um momento em que duzentos milhões de brasileiros descobrem o Brasil. Aí está o milagre. Fora as esquerdas, que acham o futebol o ópio do povo, todos os outros brasileiros se juntam em torno da seleção.
        É, então, um pretexto, uma razão de autoestima. E cada vitória compensa o povo de velhas frustrações, jamais cicatrizadas. Eu não sei como dizer. Mas vejo todos crispados de uma emoção, um certo tipo de emoção, como não conhecíamos. Testemunhas da história, como alguém que foi testemunha de Waterloo, da morte de César, ou sei lá mai o que. Essa emoção faz com que todos tenham um pouco de brasileiro: o mundo inteiro está vivendo o futebol em todas as suas possibilidades e consequências. Nesta competição, o mundo inteiro coloca em simples jogada, uma carga de vontade, de caráter jamais imaginados.
        Choramos, aplaudimos, vaiamos, na falta de uma nossa, comemoramos a vitória do outro. Neste momento, somos todos brasileiros como nunca, apaixonadamente brasileiros.
        Não sei se contei o caso de certo amigo meu. Duas vezes por ano, dá uma volta pela Europa. Pois bem. De repente esse amigo que me confessa:  ”Só me sinto brasileiro quando a seleção ganha. No final do jogo do Brasil contra a Inglaterra na copa do México em 70, não sei se se lembram, ele bateu o telefone para mim. Berrava:

- ”Ganhamos!!!!!!!!!! ganhamos cara ganhamos! da INGLATERRA”! Chorava. E, durante toda a Copa, ou melhor, enquanto o Brasil estiver ganhando, este meu amigo será um brasileiro de esporas e penacho. Antes de mais nada, não pensem que se improvisa uma seleção brasileira da noite para o dia. Não. É todo um secreto, um misterioso, um profundo trabalho de gerações. Até que, um dia, acontece o milagre: Vocês não se lembram do nosso gol naquele jogo contra a Inglaterra. Foi uma obra-prima. Começou em Tostão, que passou a Paulo Cézar. Paulo Cézar novamente a Tostão. Este trabalha a bola. A área inglesa era uma ferocíssima selva de botinadas. Cada milímetro estava ocupado. Tostão dribla um inglês, e mais outro inglês, um terceiro inglês. E vinham outros, e mais outros e outros mais. Tostão vira-se e entrega a Pelé. Três adversários envolvem o sublime crioulo e ele rápido, empurra para Jairzinho, enganando todo mundo. Era um gol que não podia ser feito porque a muralha de onze cabeças estava lá, inultrapassável. Mas tudo teve a solução fulminante do talento. A bola deslizou para Jairzinho. No seu banco, Alf Ramsey, o técnico inglês, parecia certo de que seus jogadores iam frustrar o ímpeto e o virtuosismo dos nossos. Não sei se vocês sabem, mas esse Ramsey era um caso de imodéstia delirante. Os rapazes da imprensa perguntaram: — “E Pelé?” Achou graça: — “Ora, Pelé.” E disse que tinha meios e modos de apagar o Rei. O que Ramsey queria dizer, com outras palavras, é que os brasileiros não eram de nada. Volto ao passe de Pelé. A bola está no pé de Jairzinho. Eis o fato: — Jairzinho arranca. A bola sabe quando vai ser gol e se ajeita para o gol. E Jairzinho, a saúde em campo, ainda ultrapassou um inglês; e encheu o pé. Era o gol de uma das mais belas, mais perfeitas, irretocáveis vitórias brasileiras de todos os

DANUBIO

tempos. Uma vitória que nos obriga a rir do entendido em futebol. O que é o “entendido” em futebol? É o cara que esteve, na Inglaterra, e voltou com a seguinte descoberta: o futebol europeu em geral e o inglês em particular eram muito melhores do que o nosso. Estávamos atrasados de quarenta anos para mais. Quanto à velocidade, era uma invenção europeia. Os brasileiros andavam de velocípede e os europeus, a jato. O “entendido” afirmava mais: — os times de lá não deixavam jogar. Essa foi genial. Por outro lado, o preparo físico dos europeus era esmagador. Como se não bastasse tudo isso, o “entendido” ainda descobriu que o futebol moderno não é bonito, não quer ser bonito e escorraçou o belo e artístico de suas cogitações. Bonito e artístico é o futebol subdesenvolvido do Brasil.
        O jogo Brasil x Inglaterra deixou claro que a tal velocidade não existe. Os ingleses preferiam todo tempo o velocípede. Não havia no time um jogador com a furiosa plenitude de um Jairzinho ou de um Pelé ou de qualquer um entre os grandes artistas da nossa seleção, capazes de desenhar jogadas impossíveis. Uma mentira a história de que os europeus não deixam jogar. E como não deixam, se Tostão comeu três, Pelé enganou mais três e Jairzinho ignorou mais um antes de fazer o gol? O pau de arara de ouro, Clodoaldo, corria mais do que todo o time inglês junto. Sabe por que é que hoje a gente assiste bestificado, brasileiro torcer pra Argentina? É por causa do “entendido de futebol” que chega e declara, solene, enfático, hierático: “Nós não somos os melhores.” Vou concluir: — Um cara desse, só não se torna abominável porque o ridículo o salva.

Nelson Rodrigues escreveu esta crônica em 1970)

AÇOUGUE BOI NOBRE

          Na página 11 do DOMINGO NEGÓCIOS - imóveis para aluguel e imóveis à venda.

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

          MAIS DE 300 OFERTAS DE BONS NEGÓCIOS PARA VOCÊ!
Na Banca da Praça Fernando Amaro, na Banca dos Leões
e nas melhores bancas e revistarias de Paranaguá por apenas R$ 1,20

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

ESTÁ PASSANDO UM CAMINHÃO DE MUDANÇAS

Dia desses vi um caminhão de mudança. Não era desses bonitos, carroceria fechada, que só se sabe pra que serve por causa da logomarca da empresa.  Era um caminhão comum, de carroceria aberta, cheio de armários, cama, mesa, cadeiras, fogão, um sofá vermelho desbotado e panos enfiados entre os móveis, para proteger uns dos outros.  Para não estragar o que já era tão velho, tão antigo, tão usado. Algumas pontas desses panos tremulavam ao vento, como se fossem bandeiras.  Um tapete velho estava jogado sobre parte da mudança, como se fosse uma lona e pudesse cobri-la. Mas, a carroceria baixa, de madeira, com os flancos descobertos, deixava à mostra toda a intimidade daqueles objetos de uso tão pessoal.
         Um colchão estava no topo da carga. À medida que o caminhão avançava pelas ruas asfaltadas, o colchão balançava expondo suas marcas e seus rasgões. No sol do meio-dia, o caminhão prossegue no seu rumo. Cordas enviesadas amarram aqueles pertences, conteúdo de algumas vidas.
         A impressão que se tem é que o dono da mudança pede desculpas, por estar passando pelas ruas elegantes do bairro nobre, em direção à periferia.  Perguntas ficam no ar. O que fez com que o dono dessa mudança esteja trocando de endereço? Terá sido despejado? Terá ocorrido uma separação do casal e os bens estão sendo divididos?
         Será uma família que está se transferindo para uma nova vizinhança? Será que vai ser bem aceita no seu novo endereço?  As crianças estarão deixando amigos? Existe uma família ou o dono da mudança vai morar só?
        As respostas bailam na imaginação

MUDANÇAS

dos passantes. Verdade é que aqueles poucos móveis registram histórias de pessoas comuns, talvez como nós, pessoas lutadoras, que enfrentam lutas semelhantes às nossas, pessoas que fazem planos, pessoas que talvez tiveram seus planos destroçados, e estão levando embora mais peso na alma do que o caminhão na carroceria. Serão pessoas que acreditam e que estão indo em busca de realizar seus sonhos, ou talvez pessoas que tenham perdido toda esperança?
         Um caminhão de mudanças, alguns móveis... E quantas perguntas... Quanto a nossa imaginação se agita, pensando no que cada uma daquelas peças representou na vida desta uma ou destas várias pessoas.
         E, por fim, pensamos que talvez, o dono daqueles objetos possa ter partido para a espiritualidade e a casa onde morava foi esvaziada. E tudo o que representou o seu tesouro na Terra está ali, na carroceria daquele caminhão.
         Então, nos acode à mente de como somos frágeis e passageiros. Hoje estamos aqui e amanhã fatalmente estaremos em outra dimensão e tudo de que nos servimos, o que se constituiu

nossa propriedade ficará por aqui,  para ser levado para algum lugar, para servir a outras pessoas, ou simplesmente ser descartado.
        Dizem que há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. O tempo da travessia.
        Como dizia Charles Chaplim, Cada segundo é o momento quando tudo muda para sempre. O homem que diz que adoraria ganhar a vida em outra atividade, mas já não é jovem para experimentar, e no fundo não quer tentar mais nada. É lá no fundo que estão as razões verdadeiras que levam as pessoas a mudarem ou a conservarem as coisas como estão. Lá no fundo os desejos e as necessidades se confrontam.
        Não serão as quinquilharias da vida, que deixaremos aqui. Serão as lembranças do que fomos e do bem que fizemos, ou do mal que fizemos, do amor que cultivamos nos corações, dos benefícios que produzimos, das vidas que influenciamos.. Comodismo, ganância, imprudência, negligência, omissão, descontrole emocional, agressividade, violência gratuita, nada disso vai no caminhão. São rastros que deixamos, como exemplo de atitudes e de comportamentos que muitos, muitos mesmo, daqueles que virão depois de nós copiarão à risca, sem se importar com valores, ética ou remorso, porque estas informações estarão cada vez mais ausentes. Enquanto nós, que parecia ter tanta coisa, seremos almas livres, numa outra realidade, empreendendo nova jornada. 

ODONTO EXCELLENCE  LESTTETUR


          Na página 12 do DOMINGO NEGÓCIOS - 29 OFERTAS DE IMÓVEIS À VENDA.

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

Ferreri

Já imaginou ter uma Ferrari feita especialmente para você? Produzida de acordo com o seu gosto pessoal?
        Pois então pode ficar feliz. Este sonho, pelo menos na teoria, já é perfeitamente possível.
        A Ferrari Special Projects é uma divisão da Ferrari, destinada a atender aos pedidos dos mais distintos clientes e colecionadores que procuram algo mais que um mero exemplar dos diversos modelos da marca italiana. Esta divisão pode construir pra você uma Ferrari única e exclusiva, como a Ferrari F12 TRS, que foi revelada no mês de junho pela montadora durante a Ferrari Cavalcate, evento que reuniu clientes do mundo inteiro para uma carreata na Sicília, no sul da Itália. Trata-se de um supercarro personalizado e fabricado em exemplar único, para um cliente especial que preferiu permanecer anônimo.

A capota, removível, foi desenvolvida especialmente para o modelo. Mas nem só de luxo vive a máquina.
          Trata-se de um esportivo verdadeiramente agressivo, que privilegia o desempenho. Ao contrário do que foi inicialmente anunciado, esta obra de arte não está equipada com sistema KERS (de recuperação de energia cinética) semelhante ao LaFerrari. Conta “apenas” com o mesmo bloco V12 de 740 cavalos do F12.
        Com isso, a Ferrari deu adeus ao que eles mesmos chamam de “conforto supérfluo”, valorizando a tendência já sentida tamb[ém nas montadoras, de substituir o carro com tudo dentro pelo carro só com o estritamente necessário, ficando o máximo de itens possivel, por conta das empresas de personalização.
        Ainda assim existem diferenças que

.
fazem da Ferrari F12 TRS um carro pra lá de especial. E que diferenças! O F12 TRS dispensou, todos os luxos no interior, ficando apenas com o essencial para a condução. Não tem porta-luvas, nem tapetes e nem mesmo um sistema de áudio. 
        Os controles do ar-condicionado, por exemplo, foram reduzidos, e tanto as saídas de ar centrais quanto o sistema de aúdio foram completamente excluídos. Não tem som no carro mais exclusivo do mundo.
        De acordo com a imprensa estrangeira, a F12 TRS vai custar o dobro do preço de um LaFerrari, 3,1 milhões de euros, o equivalente a aproximadamente 9,3 milhões de reais. Este é o sétimo projeto da «Ferrari Special Projects», que está aceitando encomendas de novas Ferraris especiais.. Quem quiser já pode encomendar a sua.

MASSAO TRANSPORTES E TURISMO Casa dos acessórios

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

CAMILA PITANGA

Camila Pitanga é filha dos atores Vera Manhães e Antonio Pitanga.
        Em 1984, aos seis anos de idade, foi figurante no filme Quilombo, de Cacá Diegues. Ainda muito jovem, começou carreira de modelo. Iniciou como atriz de televisão na minissérie Sex Appeal e logo em seguida na novela Fera Ferida. Seu primeiro papel de destaque foi como Paraguaçu na minissérie “A invenção do Brasil”, e depois veio a sua primeira antagonista Esmeralda da novela Porto dos Milagres, e Mônica Santana na novela Belíssima.
        Camila Pitanga conseguiu bastante destaque com a personagem Luciana em Mulheres Apaixonadas, como par romântico de Rodrigo Santoro. As suas cenas marcantes de amor versus ódio fazem sucesso até hoje na internet. Em seguida veio a também marcante prostituta Bebel da novela “paraíso Tropical”, a melhor personagem de sua carreira que a consagrou como a grande atriz Brasileira que é hoje. Bebel foi sua segunda antagonista e um dos principais fatores do sucesso de Paraíso Tropical. Durante a trama, a atriz recebeu convite para posar nua para a revista Playboy graças ao seu enorme apelo sensual na novela. Não aceitou.
        Apesar da pinta de ter sido uma

CAMILA PITANGA

.
criança espoleta, Camila jura que não deu trabalho ao pai, o ator Antonio Pitanga, que ficou com a guarda dos filhos após a separação da mulher, Vera Manhães.
        Aos 11 anos, tive a fase “aborrecente” de brigar, bater a porta, testar os limites. Mas a mulher amadurece mais cedo, então, não dei trabalho. Mas Antônia, já não sei, tem jeito que vai me dar trabalho... — Quem me conhece sabe o quanto sou maternal, desde pequena. Outro dia, recebi um email querido de uma ex-vizinha que lembrava isso. Quando tinha 10 anos, ela pedia para eu dar uma olhadinha em seu bebê enquanto ele dormia, colocar a chupeta se caísse, para ela ir à padaria. Sempre gostei. Claro que com a vinda de Antônia isso teve uma dimensão mais concreta, visceral. E antes dela, tive a sorte de ter experiência maternal com Maria Luísa, exercitar esse sentimento na rotina. Tenho vontade de ser mãe mais uma vez. Mas não sei quando. Pelo menos parir mais um, eu quero — Mas tem que ser no momento certo, ter estrutura de vida bacana, para essa criança ser bem recebida como a Antônia foi, como a Maria Luísa foi quando eu fiz meu laço com Cláudio. É dessa mesma forma que penso para as próximas crianças. — Culpa por quê? Se estou trabalhando para dar a ela a estrutura de vida maravilhosa que tem. Minha filha é feliz, saudável, brinca, tem uma infância linda, colorida — afirma a atriz, que se espelha no velho Pitanga para criar a pequena: — Meu pai sempre olhou nos nossos olhos para explica as coisas. Isso é muito legal, porque Antônia entende, corresponde. Ele sempre respeitou nossa individualidade, sem perder a autoridade. Isso me inspira

.
na educação da minha filha. Parece que o tempo só faz bem para a atriz Camila Pitanga. Com o corpo em forma e sempre com um lindo sorriso, a mãe da pequena Antonia, de 6 anos, chegou aos 37 anos sábado, 14 de junho e se prepara para viver mais uma personagem na TV. “É uma heroína, mocinha, mas ainda não sei nada”, contou a atriz. Camila vai protagonizar a novela ”Babilônia”, de Gilberto Braga, que ocupará o horário das nove após “Império”, ao lado de Thiago Fragoso. Os artistas já contracenaram na novela “Lado a Lado”, em 2012, última trama que Camila atuou. Solteira desde o fim de seu relacionamento com o cantor Lucas Santtana, em 2013, a atriz faz planos de ter mais filhos: “Não tenho preferência por sexo, mas adoraria ter um casal para viver uma história com um menino”, disse, em recente entrevista. Sempre muito elegante nos eventos que prestigia, a atriz afirmou que se permite fugir um pouco do glamour que a TV exige quando está atrás das câmeras: “Não me preocupo no momento em ter as unhas feitas ou o cabelo impecável. Eu me sinto mais despojada e isso tem um lado bom. Lido bem com a simplicidade”, garantiu. Enquanto não começa a gravar sua próxima novela, Camila vai em julho para a Europa com a filha para participar de um festival. Depois Antonia retorna ao Brasil e Camila segue viagem. “A montagem vai participar de dois festivais internacionais, o de Avignon, na França, e o de Edimburgo, na Escócia, no mês seguinte”, vibrou a atriz, que para alegria dos fãs integra a terceira temporada da série “Sessão de Terapia”, que vai ao ar no canal GNT, a partir de 4 de agosto. A atriz será uma psicóloga  dirigida por Selton Mello.

CONTABILIDADE  MARLENE COSMETICOS
ACADEMIA FIT CLUB  ESCOLA KUMON
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

UM ÓSCAR NA MINHA CASA

(Cristiane de C. Moraes)        (Quarto capítulo)

cão

O Oscar continuava arredio. Andando em minha volta, com aquele jeito de cachorro acuado, com o rabinho entra as pernas e a carinha baixa, medrosa. O veterinário não detectou nenhum problema com as cordas vocais dele, mas recomendou que procurássemos   um profissional em comportamento canino. Gabriela, mais tranquila depois da conversa com o pai, procurava usar de “psicologia”, e estava conseguindo algum progresso. Já conseguia passar a mão na cabecinha dele e fazer alguns agrados sem que ele se retraísse e se refugiasse atrás das minhas pernas. Também não vivia mais se enfiando em baixo da bancada do Morrão. Mais de um mês havia se passado. Talvez uns quarenta dias. Morrão ia chegar lá pelas oito, porque era sábado de Páscoa e ele ia fechar a loja mais tarde. E nós duas estávamos na cozinha ainda lidando com o jantar.
        De repente, latidos. E eram na garagem. Gabi abriu um sorriso tão lindo que parecia que estava ouvindo música.
        - Ele está latindo!
        Largou tudo e pulou da cadeira. “ Ele está latindo”
        Ela havia esperado ouvir aquilo a cada segundo que o relógio marcou durante quase dois meses. O Óscar estava latindo... Mas uma intuição me alertou que não eram latidos normais. Eram latidos furiosos. Ameaçadores...
        -Gabriela volte aqui! Eu vou ver o que está acontecendo - E saí no encalço dela, que parecia não ter me ouvido. Começava a escurecer, mas a tarde sombria ainda oferecia uma visibilidade satisfatória. Cheguei numa posição no canto da casa de onde podia ver toda a garagem. Oscar latia, avançava e recuava furiosamente. Ele latia pra

.
bancada do Morrão.
        - Mãe, foi o pai que guardou aquele saco ali em baixo?
        De fato havia uma coisa enfiada entre a prateleira e o tampo da bancada, mas não era um saco. Era uma pessoa. Gabriela imediatamente depois da pergunta também percebeu. Fiz um sinal significativo para ela votar pra dentro e chamar a polícia, e ela agiu imediatamente, antes mesmo que eu terminasse o gesto. Oscar continuava suas investidas com ferocidade redobrada encorajado pela minha presença. A bancada do Morrão não é grande. Mais ou menos um metro de altura por um e meio de comprimento. A cerca de vinte centímetros do chão, tem uma prateleira e portanto sobra um vão de uns oitenta centímetros entre a tal prateleira e o tampo da bancada. Não sei se o sujeito se enfiou ali para esperar o momento ideal de agir, ou para fugir do ataque do nosso cão.  Óscar, todo arrepiado, latia furiosamente. Confesso que a presença de um intruso, potencialmente perigoso, naquele momento ficou um pouco em segundo plano. Eu estava mesmo fascinada era pelo desempenho do meu Óscar diante da situação. Era uma fera; um bicho ameaçador, lindo, totalmente envolvido em repelir a ameaça que representava aquele indivíduo dentro de nossa casa. De repente o sujeito abandonou o esconderijo, encobrindo o rosto com um dos lados do casaco e correu pro muro da frente.
        Recuei instintivamente enquanto o Oscar partiu atrás dele e conseguiu morder o homem pela perna da calça e por alguns segundos ficou pendurado enquanto o invasor, com incrível agilidade içou o corpo sacudindo a perna pra se livrar do cachorro, rolou sobre o muro e se deixou cair do lado de fora, Ainda pensei em procurar o controle pra abrir o portão e ver que rumo a criatura havia tomado, mas desisti. Oscar corria

de um canto a outro do muro, tentava enxergar alguma coisa pelas frestas dos portões e bufava arrepiado e furioso até que percebeu que era inútil e voltou para se juntar a nós. Gabi que voltava lá de dentro correu pra ele e o abraçou pela primeira vez.
        Ficaram um tempão abraçados enquanto a Gabi ria e chorava. Acho que os dois choravam e riam, porque o Oscar grunhia, gemia se sacudia todo e lambia Gabi. Era seu jeito de dizer: "Graças a Deus você está fora de perigo". Tinha agido com bravura e sabia que era o herói da tarde. Ainda estávamos festejando quando chegou a polícia que a Gabriela tinha chamado. Fizeram as perguntas de praxe, as recomendações de praxe e saíram pra fazer uma ronda na vizinhança.
        Quando Morrão chegou, a Gabriela se encarregou de contar tudo com detalhes exagerados.
        -O Óscar botou o ladrão pra correr! - Não cabia em si de tão orgulhosa do herói dela, que se pendurou na perna do ladrão pra não deixar ele fugir. E foi assim que tudo aconteceu. Daquele dia em diante o Óscar é um cão normal. Amigo inseparável da Gabriela e o orgulho da nossa casa. Este ano completam nove anos que ele está conosco. Quanta coisa aconteceu nestes nove anos. Tem nos dado muitas alegrias nosso herói, e às vezes tristeza também, como naquele dia que ele desapareceu. Isso mesmo. Óscar um belo dia simplesmente de.sa.pa.re.ceu. Mas essa já é uma outra história acontecida alguns meses depois dessa do tal ladrão, e eu conto pra vocês na próxima vez que a gente se encontrar. Não Esqueça: A história do meu Óscar está inteira no site:

Clique aqui para ler o início desta história.

NÃO PERCA a continuação na próxima edição do Domingo Negócios a partir de 6 de agosto.

CONSERTO DE COMPUTADORES TELEFONIA agroviario são lucas
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

          Na página 16 do DOMINGO NEGÓCIOS - imóveis para aluguel e venda.

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

          MAIS DE 300 OFERTAS DE BONS NEGÓCIOS PARA VOCÊ!
Na Banca da Praça Fernando Amaro, na Banca dos Leões
e nas melhores bancas e revistarias de Paranaguá por apenas R$ 1,20

DOMINGO NEGÓCIOS
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

HOROSCOPO
Fonte:“Worldwide Horoscope”     julho
para ambos os sexos

Este mês de Julho traz oportunidades significativas de acordos, de harmonização e de criação. No dia 17 Júpiter começa transitar na Constelação de Leão, iniciando um ciclo altamente criativo.Vamos sentir mais ousadia e mais necessidade de avançar.  A chegada de Júpiter em Leão vai ativar ainda mais a nossa vontade de expressar nossas ideias, latente dentro de nós já há muito tempo. Seremos informados que é hora de abrir a boca. Soltar o verbo. Botar pra fora.

.
AQUARIO - 21/01 a 19/02
Carta livre para refinar seus projetos com as ideias que surgirão no seu ambiente profissional. Desabroche sua vida social porque este é o momento certo para passear, se divertir e desfrutar de sua vida sentimental, com grandes satisfações e momentos de intimidade leves e profundos que encherão de entusiasmo seus dias. Este mês será perfeito para superar velhos desentendimentos.
PEIXES - 20/02 a 20/03
Emergências aparecerão. Reflita e não movimente muito sua vida social para não desperdiçar energia. Haverá uma renovação em sua vida afetiva que pode ser por um novo encontro marcante ou através de um recomeço para os casais. Os projetos de melhoria da casa também estão à frente. Busque seus verdadeiros ideais e não se envolva em situações arriscadas. 
ARIES - 21/03 a 20/04
Júpiter esta em quadrante com Marte, seu planeta regente. Espere alguns freios no começo do mês em sua vida profissional, enquanto na vida amorosa, é você quem deve acionar os freios porque algumas situações chegarão à maturidade e você vai querer vivê-las plenamente, o que pode levá-lo a excessos que colocarão relacionamentos estáveis em perigo! 
TOURO - 21/04 a 20/05
Você tem pela frente um mês leve e despreocupado, com mais facilidade de adaptação, o que favorece as reconciliações tanto na sua vida familiar quanto no plano sentimental. Cuidado com o ego inflado no final do mês. Sua vida sentimental se anuncia apaixonante e você saberá expressar seus sentimentos com fervor, o que será ideal para consolidar seus laços afetivos.
GÊMEOS - 21/05 a 20/06
Vênus em seu signo até o dia 17 promete uma bela harmonia em sua vida em todos os aspectos, aquecendo seu relacionamento. Venus rege as ambições amorosas e as suas serão ampliadas e a tal ponto que você corre o risco de ter um reencontro perturbador que pode levá-lo a cair nos padrões já vivenciados no passado.
CÂNCER - 21/06 a 21/07
Júpiter sai do seu signo, no dia 17 reforce sua autoconfiança e melhora na sua vida social será sentida desde já, o que não é nada mal! Mercúrio em seu signo favorecerá os estudos, todos os tipos de pesquisa ou de exame e os esforços no plano profissional. A vida sentimental encontrará estabilização para os que estejam comprometidos. aprecie suas realizações em paz e aproveitar o momento.
LEÃO - 22/07 a 22/08
O Sol alcança uma posição que enche sua vida de tranquilidade para lhe colocar em evidência em tudo que resolva fazer. Sua vida social será mais intensa graças a sua abertura de espírito e à sua auto afirmação em alta. Comece a lançar as bases para uma conquista que se concretizará em alguns meses se você avançar passo a passo desde já.

locação de equipamentos para aconstrução civil

VIRGEM - 23/08 a 22/09
Julho traz circunstâncias favoráveis para destacar seu talento e seu carisma e ocasiona situações em que sua criatividade será útil e reconhecida! Sua vida amorosa florescerá intensamente neste mês. Na verdade, sua vida sentimental terá um ritmo muito bom. Procure conduzir seus saltos de humor e suas emoções sem destruir o que você já construiu. 
LIBRA - 23/09 a 22/10
Marte torna sua vida eletrizante e carregada de energia. Mas cuidado. Urano está numa posição, que pode levar você a explosões de raiva que poderão ser devastadoras. Use sua tradicional paciência e aceite as divergências e diferenças de cada um. Vênus traz benefícios no campo financeiro e momentos intensos de paixão, principalmente durante a terceira semana.
ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11
Um mês de muita tranquilidade para o seu cotidiano trazendo um certo apaziguamento nas relações e trocas entre você e seu universo social. Vênus traz tanta calma à sua vida amorosa que pode causar tédio... Mas sempre é preferível calma a grandes tempestades! Defenda seus interesses com firmeza e mantenha o senso de compromisso acima de tudo! 
SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12
Conflitos entre seus desejos e a realidade prática, mas tudo se harmonizará a partir do dia 14 quando se inicia um período melhor  principalmente para suas relações com os outros e suas finanças. Mudanças previstas em sua vida sentimental. Se você estiver comprometido, as influências externas podem prejudicar sua intimidade. Não acredite no discurso de ninguém.
CAPRICÓRNIO - 22/12 a 20/01
Neste período você viverá intensamente e terá muito poucas ocasiões de pensar antes de agir. As pessoas próximas poderão se rebelar contra suas tentativas de monopolizá-las. Vênus traz clareza a sua vida sentimentasl e o ajuda a perceber as pessoas à sua volta. A última semana tudo estará melhor.

telhasCursos Profissionalizantes em Paranaguá


PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

          MAIS DE 500 OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS PARA VOCÊ!

            Veja onde encontrar o Domingo negócios por apenas R$ 1,20

BANCA DA PRAÇA
(Praça Fernando Amaro)

BANCA DOS LEÕES
(Praça dos Leões)

BANCA DIP
(No antigo supermercado Dip

BANCA DA PRAÇA
(Praça Fernando Amaro)

CIA DA REVISTA
(Barão do Rio Branco em frente ao Posto Paranaguá)

BANCA DA DONA MARI
(Na Praça Portugal)

BANCA DA DONA SILVIA
(Ao lado do Bavaresco Palmital)

REVISTARIA EM FRENTE À SERVOPA
(Na Coronel Elísio Pereira)

BIG BANCA
(Parque São João ao lado do Posto Policial)

BANCA A NOTÍCIA
(Em frente ao Bavaresco Samambaia)

REVISTARIA NOVA ALIANÇA
(no parque Agari próximo ao Mercado Tonet)




PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

AS NOVAS TENDÊNCIAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

A recuperação da indústria da construção após o grave revés sofrido pela recente crise no setor, incentivou o entusiasmo pela busca de eficiência, quer por investidores ou pelos próprios usuários. O rápido crescimento populacional e a aglomeração das populações em zonas específicas urbanizadas, obrigaram a construção civil a repensar seus processos operacionais. A estas questões, de ordem social, aliam-se também as de natureza econômica e ambiental.  O perfil da família brasileira mudou, e o setor da construção civil mudou junto, para se adaptar ao novo estilo de vida que impera principalmente nos grandes centros urbanos em especial nos últimos dez anos. Parece súbito para alguns, mas na verdade esta transformação é resultado de transformações que ocorreram ao longo de várias décadas e foi impulsionada por vários fatores – dentre os quais, a ida expressiva da mulher ao mercado de trabalho, a estrutura familiar mais enxuta com menor número de filhos, o número crescente dos solteiros e da terceira idade, transformaram os laços de relacionamento interpessoal, e afetaram os hábitos de consumo e a forma de viver.  São estas transformações que apontam as tendências que vão dominar o mundo da construção daqui pra frente. As grandes residências estão em queda. As casas e apartamentos tornam-se menores, refletindo a busca do usuário por mais eficiência, conforto e funcionalidade ao invés da metragem quadrada. A conservação e reutilização das águas das chuvas são cada vez mais presentes e o desenvolvimento de novas tecnologias para os produtos sanitários e a possibilidade de acumular água da chuva para uso em jardins, tem se tornado importantes para o desempenho final das habitações.  O conceito de ecohouse (Casa ecológica), foi criado para denominar uma edificação mais adequada aos requisitos de sustentabilidade, buscando o que alguns teóricos chamam de “casa zero”, experiência que entende o edifício como algo fechado em si mesmo, autônomo. Não existe a sustentabilidade absoluta, mas com tecnologia e determinação pode-se chegar a condições bem razoáveis. Promover o desenvolvimento sustentável já durante a obra é uma tendência na maioria das construtoras. Exemplos desta tendência, aqui em Paranaguá, são os lançamentos da Construtora Exatasul, desde 1995 no mercado da construção civil tanto residencial quanto comercial, e que  tem um histórico de clientes satisfeitos. Uma das características da Construtora Exatasul é a busca constante de soluções práticas e inteligentes em cada lançamento novo, como o Condomínio Residencial Porto Felice, o Condomínio Residencial Porto Moradas do Sul e o Condomínio residencial Porto Splendore,com apartamentos de 3 dormitórios, suite do casal com closet, sacada e banheiro privativo com banheira de hidro e box separado, previsão para ar condicionado na sala e nos dormitórios, e espaçosa varanda com churrasqueira e espaço gourmet, duas ou tres vagas na garagem, salão de festas, e apartamentos gardem, com jardins privativos. Os lançamentos da Construtora Exatasul são comercializados pela J. Cabral Imóveis, tel: 3425-3216. As novas tendências na construção civil apontam, no plano social, para a construção de espaços agradáveis e acolhedores, combinando a unidade habitacional com áreas verdes, e incluindo estruturas específicas como quadras esportivas, parques infantis e outras que antes não se cogitava incluir num projeto residencial. A escalada da violência nos centros urbanos, também “contribuiu” para a procura por parte do consumidor, de condomínios fechados auto suficientes, onde o morador dispõe de praticamente tudo de que necessita dentro do próprio condomínio. Nas capitais brasileiras onde o tempo é precioso, justamente pela sua escassez, e onde espaços são caros e cada vez mais raros, foram desenvolvidas alternativas mais acertadas para os consumidores e rentáveis para as construtoras: os projetos de múltiplo uso, com academia, área gourmet, quadras de esportes, piscinas e até cinemas. Alguns empreendimentos de alto padrão incluem na mesma área restaurantes, clínicas de estética, escritórios e até mesmo mini hotéis que substituem com vantagens os quartos de hospedes. Tudo o que o morador precisa torna-se fácil de acessar em um espaço reduzido e seguro. A ideia é criar um ambiente real onde toda a estrutura suporta e atende as necessidades de quem vive ali. As áreas são “otimizadas”, e nada além do necessário ocupa espaço em empreendimentos

CONSTRUÇÃO CIVIL
CONSTRUÇÃO CIVIL

A foto que parece ser apenas uma sala ou um quarto, é na verdade uma unidade residencial completa, com cozinha, copa, sala quarto e varanda conjugados. Há ainda uma mini área com a porta de serviços e um banheiro situados atrás da cozinha. O Hall de entrada social fica no canto direito da varanda. Para o consumidor possuir um imóvel neste conceito, o custo pode ser bastante alto, isto porque além de todos os atributos de modernidade os imóveis em questão costumam ser localizados em áreas nobres dos centros urbanos. Este fica num condomínio de luxo no Rio de Janeiro.

como estes. A tendência verde já consolidada na construção civil atual, é fundamental para os empreendimentos direcionados a públicos com alto nível de informação. O valor agregado do imóvel compensa e muito para as construtoras que otimizam o espaço físico já valorizado e ganham com a elaboração e desenvolvimento de um novo conceito de morar.  A casa ecológica incentivou também o consumo racional da energia elétrica, Em busca de um melhor desempenho, tenta-se evitar o alto consumo de energia, incluindo um projeto de insolação e ventilação eficiente e inteligente, e explorando melhor a iluminação natural, e dimensionando as aberturas para entrada da luz solar em cada ambiente. Com o uso de materiais e equipamentos para regular e conservar a temperatura interna ideal com o mínimo de desperdício: paredes e pisos termo isolantes e técnicas construtivas que permitam melhor aproveitamento dos recursos naturais, filtros solares nas janelas, condicionadores de ar, aquecedores, menor perda de eletricidade através de cabos condutores, além de eletrodomésticos, torneiras e chuveiros mais econômicos e mais eficientes, procura-se reduzir drasticamente o consumo de energia, chegando-se, nos centros de maior avanço tecnológico a habitação que gera a energia de que precisa, com painéis solares nos telhados, que já atingem altos graus de eficiência na transformação da energia luminosa em elétrica, e ainda “exporta” a parte excedente para a rede pública. Isso se tornou possível usando-se dois medidores de fluxo elétrico: o tradicional, que registra o consumo, e um segundo, para marcar a quantidade de energia fornecida pela habitação à rede pública. A conta final, de crédito ou débito, é expressa pela diferença entre esses dois números. A necessidade de reduzir custos e baratear a construção, introduziu várias praticas modernas no sistema e uma delas é o hábito de alugar máquinas e equipamentos ao invés de comprá-los. A locação de equipamentos é cada vez mais popular no mundo. Nos Estados Unidos cerca de 40% dos equipamentos usados na construção são fornecidos por empresas locadoras. Na Europa, a taxa de locação chega a 70%. As principais vantagens para quem loca equipamentos são econômicas. Você não imobiliza seu capital comprando equipamentos e consegue aplicar toda a sua capacidade financeira na sua atividade principal. Você conta com equipamentos do mais alto nível de desenvolvimento ao invés de comprar algo com menos tecnologia. Você não tem que se preocupar com  manutenção, reparos, inspeções, logística, armazenamento e segurança de máquinas , reduzindo os custos operacionais. Comprando maquinas e equipamentos, você aumenta seu patrimônio e, consequentemente, sua carga tributaria sobre ele. Os especialistas aconselham que as empresas invistam em seu próprio negócio e deixe a gestão de máquinas e equipamentos para quem têm experiência neste ramo específico. Ao locar, o empresário fica livre de custos com máquinas, conta com uma assistência técnica especializada, e pode dedicar todo o seu tempo ao seu projeto.

.
A PC Locações, do empresário Paulo Roberto Cordeiro Teixeira, Tel: 3425-3247, é uma empresa especializada no segmento de locação de equipamentos para indústria e construção civil aqui em Paranaguá. A empresa trabalha com locação de andaimes, máquinas e equipamentos para industria e construção civil e se destaca pela qualidade e agilidade dos seus serviços, oferecendo soluções completas para o cliente. Uma nova gama de serviços e produtos surgem para atender com qualidade este modelo que traz exclusividade e comodidade dentro dos imóveis. São empresas de móveis planejados, escritórios arquitetônicos, seguradoras, empresas especializadas em manutenções prediais, consultorias de soluções sustentáveis entre tantas outras que se beneficiam com estes lançamentos. O uso do vidro temperado se tornou bastante comum, exatamente porque substitui materiais como a madeira de portas e janelas com grande vantagem, possibilitando um controle da luz e do calor no ambiente, alem de reduzir custos com acabamentos e ferragens, além de valorizar e dar ares de modernidade ao imóvel. Aqui em Paranaguá, a Square vidros, tel: 3425-6476 é líder no fornecimento e instalação de vidro temperado na construção civil. Outra tendência que cada vez mais se acentua é a aplicação de paredes de gesso acartonado, “Drywall”, pela leveza do material, conforto termo acústico, economia e versatilidade que proporcionam. Paredes de DryWall, quando bem instaladas, são resistentes e podem receber portas simples e de correr sem nenhum problema. Projetado para absorver as movimentações naturais, o drywall passou em testes de impacto e cumpre as normas de desempenho da ABNT. O material resiste a trombadas sem danos e não é fácil de ser derrubado sendo ideal para paredes internas e distribuição de ambientes. O uso de pedras decorativas no revestimento de pisos e paredes está cada vez mais presente tanto em imóveis comerciais como em residências, em ambientes internos ou externos, pela durabilidade e beleza de um revestimento com pedras, e principalmente pelo valor que o uso deste material agrega ao ambiente e ao imóvel como um todo. Se você deseja dar um upgrade no visual de seu imóvel, vão algumas sugestões de empresas especializadas aqui em Paranaguá: a Freitas Pedras Decorativas, tel: 3424-2229 especializada em revestimento em pedras, a Cirlene Tintas, maior estoque de Tintas do litoral do Paraná tel: 3038-2421 (Paranaguá) e 3458-2421(Pontal do Paraná), A Graf & Art, com duas lojas especializadas no fornecimento de materiais para grafiato e textura, e que atendem nos telefones: 3422-9273 e 3425-9539. Para materiais de construção da fundação ao telhado incluindo tudo, a dica é Telhas Litoral. Pegue seu projeto leve lá no Diego e você vai com certeza iniciar sua construção economizando muito. A Telhas Litoral, tel: 3423-7416, iniciou suas atividades vendendo apenas telhas e acessórios para telhados e em pouquíssimo tempo, se tornou uma das maiores fornecedoras de materiais para construção em Paranaguá, atendendo tanto as grandes construtoras, como pequenas reformas residenciais.

PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        




JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

NA PÁGINA 20 DO DOMINGO NEGÓCIOS
motos e serviços
Nas bancas por R$ 1,20

Clique aqui   Para conferir onde encontrar seu Domingo Negócios



PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

JORNAL DOMINGO NEGÓCIOS

NA PÁGINA 20 DO DOMINGO NEGÓCIOS
motos e serviços
Nas bancas por R$ 1,20

Clique aqui   Para conferir onde encontrar seu Domingo Negócios



PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

PALAVRAS MÁGICAS
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

SQUARE VIDROS ESCOLADE MÚSICA TOQUE ATUAL TINTAS
PRAIAS

MENU DE PÁGINAS          
        

PLANETA DOS CALÇADOS PARANAGUÁ hamud shopping - PARANAGUÁ YANNIS MODA EVANGELICA PARANAGUÁ
RESTAURANTE SABOR MINEIRO  PARANAGUÁ